Wednesday, February 8, 2017

CHINA, HONG KONG E MACAU (DIA 3) - BEIJING II (Cidade Proibida )


LISBOA - BEIJING - XI'AN - SHANGHAI - GUILIN - GUANGZHOU (CANTÃO) - HONG KONG - MACAU - HONG KONG - LISBOA

Cidade Proibida, Beijing
A segunda metade do nosso primeiro dia em Beijing tinha um objectivo muito bem definido: a cidade proibida, o gigante Palacio Imperial da China desde 1420 (sim, na China tudo tem centenas de anos!), Patrimonio Mundial da UNESCO, e um dos monumentos mais conhecidos do mundo.

Já almoçados, fomos até à parte sul da praça Tiananmen, onde está o Zhengyangmen Gate, porta de entrada da antiga capital chinesa.

Zhengyangmen Gate, a Sul da Praça Tiananmen, Beijing

Só a praça Tiananmen (Praça da Paz Celestial) merece por si só a visita, já que foi aqui que a 1 de Outubro de 1949 Mao Tse-Tung proclamou a fundação da Republica Popular da China. Tiananmen ficou conhecida também por ter sido o palco da famosa manifestação dos estudantes em 1989 que terminou num massacre. A praça está rodeada de edifícios de grande importância como o Museu Nacional da China ou o Great Hall of People, o parlamento da China comunista.

Uma curiosidade: no parlamento chinês estão reservados lugares para todas as províncias que eles consideram como sendo chinesas, incluindo Taiwan......que para já ainda é independente....

Great Hall of People, o parlamento chinês, Beijing

É também nesta praça, bem no centro, que estão os dois monumentos mais importantes da República Popular da China: o Mao Tse-tung Mausoleum e o Monument to the People's Heroes.

Monument to the People's Heroes, Beijing

Mao Tse-Tung Masoleum, Beijing

Câmaras de vigilância na Praça Tiananmen, Beijing

Da praça seguimos até à entrada da Cidade Proíbida, o maior complexo arquitectónico da China. Aqui era onde residia o Imperador, tal como toda a sua comitiva, e dos seus criados de confiança (que eram Eunucos para garantir que não se metiam com as Concubinas do Imperador!).

Porta de entrada para a praça que dá acesso à cidade proibida, Beijing

Entrada da Cidade Proíbida, Beijing

Cidade Proibida, Beijing

Tem uma área de 725 mil metros quadrados, e 9.999 quartos (o 9 é o número que dá sorte, de acordo com a superstição chinesa) e foi residência oficial de 24 imperadores.

Cidade Proibida
Preço: 60 Yuans  (+- 8.20€)

Cidade Proibida, Beijing

Cidade Proibida, Beijing

Cidade Proibida, Beijing

Portão da Cidade Proibida, Beijing

Cidade Proibida, Beijing

Cidade Proíbida, Beijing

Trono do Imperador, na Cidade Proibida, Beijing

Nesta torre subiam as concubinas, de onde podiam cumprimentar e acenar aos seus familiares: era a única forma de os ver, não podiam sair da Cidade Proibida!

Saímos da Cidade Proibida pela porta Norte, onde pudemos presenciar aí perto a magia que é a condução em Pequim: um autocarro a fazer inversão de marcha no meio de um cruzamento altamente movimentado!!!


Porta Norte da Cidade Proibida, Beijing

Estando nós no país do chá, fomos a uma loja onde nos mostraram e deram a provar diferentes tipos de chá (Genseng, Jasmine, Puer e Lychee), cada um com o seu sabor diferente e com a sua finalidade própria.

Prova de chá, Beijing

Prova de chá, Beijing


Para fechar o dia em beleza fomos ver um espectáculo de acrobacia chinesa no Tiandi Theatre ("Heaven and Earth Theatre") que foi...... B-R-U-T-A-L!!!!



Desde a clássica contorcionista a equilibristas e a todo o tipo de números que parecem impossíveis mas que eles conseguem fazer sem falhas, pode-se dizer que vale cada cêntimo, recomendamos TOTALMENTE!

Tiandi Theatre
Preço: depende do tipo de bilhete, o mais barato custa110 CNY (+- 15.00€), o mais caro 450 CNY (+- 61.00€)

Tiandi Theatre, Beijing

Depois do espectáculo voltamos ao hotel, onde jantámos lá perto num restaurante local (não sabemos bem o quê, mas parecia porco agridoce e sabia bem!).

O dia seguinte continuámos por Beijing, mas para visitar uma das 7 Maravilhas do Mundo: a Grande Muralha da China!

Mas isso fica para uma próxima publicação!

No comments:

Post a Comment

Blog Widget by LinkWithin