Wednesday, July 5, 2017

ISLÂNDIA (DIA 2) - BLUE LAGOON, SELJALANDSFOSS E SKÓGAFOSS

AMSTERDAM - REYKJAVIK - VÍK - HÖFN - MÝVATN - AKUREYRI - REYKJAVIK - ÞINGVELLIR - REYKJAVIK - AMSTERDAM

Neste segundo dia da nossa viagem partimos para Este para explorar a costa sul da Islândia.

A nossa primeira paragem foi em Grindavik, bem perto do aeroporto internacional, para experimentarmos aquela que é provavelmente a atracção mais visitada do país, a Blue Lagoon!

Blue Lagoon, Grindavik

Esta fantástica lagoa situada nos campos de lava da península Reykjanes é na verdade um SPA geotérmico.

Blue Lagoon, Grindavik

Blue Lagoon, Grindavik

Aqui, todos os dias do ano, faça frio ou calor, chuva ou sol, muitos turistas e locais vêm banhar-se nas águas cristalinas de cor azul, cujas temperaturas variam entre os 37° C e os 40° C.

Blue Lagoon, Grindavik

O lago em si é artificial, alimentado pelas águas provenientes de uma fábrica de energia geotérmica situada nas proximidades, em Svartsengi. No entanto, tudo o resto é natural, sejam as propriedades medicinais das águas, ou a paisagem espectacular onde se encontra a Lagoa Azul, graças ao contraste entre as rochas vulcânicas pretas e o azul brilhante da água.

Blue Lagoon, Grindavik

Blue Lagoon, Grindavik

Para além do descanso e relaxamento que um banho nesta lagoa proporciona, é também possível aqui utilizar a lama branca de sílica para cobrir a cara e ficar com a pele muito mais suave, ou então simplesmente aproveitar o bar - situado dentro da própria lagoa! - para beber uma cerveja ou smoothie sem ter que sair de dentro de água.

Blue Lagoon, Grindavik

Blue Lagoon, Grindavik

Esta foi uma experiência espectacular, e estando situada tão perto do aeroporto e da capital, apesar do preço um pouco elevado, é para nós um dos locais obrigatórios a quem quer que venha visitar este país!

Blue Lagoon
Preço: Standard (inclui máscara de Silica) - 6100 ISK (52.00€)
           Confort (Standard + toalha + máscara de Algas + 1 bebida) - 8100 ISK (70.00€)
           Premium (Confort + Roupão + Chinelos + oferta de Espumante no almoço/jantar no restaurante Lava) - 10200 ISK (87.00€)
           Luxury (Premium + Conjunto de produtos de SPA + Entrada no Exclusive Lounge)  - 53000 ISK (455.00€)


Blue Lagoon, Grindavik

Blue Lagoon, Grindavik

Depois de aproveitarmos bem a manhã neste autêntico paraíso, seguimos com a nossa viagem, para almoçarmos numa pequena terra enfiada no meio de montanhas chamada Hveragerði.

O caminho para Hveragerði, ladeado por montanhas e lindas paisagens

Pequenina, no meio das montanhas, a pequena vila de Hveragerði

Aqui almoçamos num mini restaurante chamado Rósakaffi, onde serviam uma sopa de couve flor e cogumelos que - diz quem aprecia cogumelos - é absolutamente deliciosa!

Rósakaffi, um restaurante localizado numa estufa, é uma boa opção para almoçar, em Hveragerði

Rósakaffi, Hveragerði

Continuámos depois por entre as montanhas até chegarmos à primeira das muitas cascatas que iríamos visitar nesta viagem: Seljalandsfoss.

Cascata de Seljalandsfoss

Cascata de Seljalandsfoss

Situada no meio de um enorme campo verde, esta cascata - que há quem diga ser a mais bonita da ilha - tem cerca de 73 metros e é popular por ter um caminho que passa por trás da cascata, oferecendo uma experiência única.

Cascata de Seljalandsfoss

O interior da cascata de Seljalandsfoss

O interior da cascata de Seljalandsfoss

O interior da cascata de Seljalandsfoss

Daqui seguimos rumo a mais uma cascata, mas parando primeiro junto aquele que é seguramente o vulcão mais famoso do século XXI: Eyjafjallajökull.

O vulcâo de Eyjafjallajökull, no Sul da Islândia

Foi este vulcão de nome quase impossível de pronunciar cujas cinzas obrigaram ao encerramento do espaço aéreo europeu durante vários dias, durante a erupção de Abril de 2010.

O nome impossível de pronunciar deste vulcâo: Eyjafjallajökull

O vulcâo de Eyjafjallajökull, no Sul da Islândia

As imponentes montanhas existentes junto ao vulcão, Eyjafjallajökull

Os nossos companheiros de viagem ao longo da costa Sul, e provavelmente a flor mais comum do país: Jacintos!

Bem perto ficava a nossa próxima paragem, a cascata de Skógafoss.

Cascata de Skógafoss

Aqui o rio Skógá cai desde uma altura de cerca de 60 metros, e através de uns passadiços é possível subir até ao topo da mesma, de onde se tem uma vista incrível sobre a planície que separa as montanhas do oceano, visível desde o topo da cascata.

A difícil subida até ao topo da cascata, Skógafoss

A imensa terra plana que liga as montanhas e vulcões até ao mar, vista do topo da cascata de Skógafoss

Cascata de Skógafoss

Por fim, já a caminho de Vik, onde iríamos ficar a dormir, fizemos uma última paragem em Reynisfjara.

Reynisfjara, Sul da Islândia

Não se deixem enganar pelo nome feio. Esta belíssima praia de areia negra foi criada por lava que arrefeceu ao entrar em contacto com as águas geladas do oceano.

Reynisfjara, Sul da Islândia

Reynisfjara, Sul da Islândia

É um cenário digno de outro planeta, em que à areia negra junta-se formações rochosas espectaculares, como é o caso das colunas de basalto que nos fizeram lembrar um pouco a calçada do gigante.

Reynisfjara, Sul da Islândia

Reynisfjara, Sul da Islândia

Interior de uma das grutas, em Reynisfjara, Sul da Islândia

Desde a praia são visíveis as famosas rochas de Reynisdrangar, as quais, dizem as lendas islandesas, são na verdade trolls que se transformaram em pedra assim que nasceu o Sol.

 As famosas rochas de Reynisdrangar, em Reynisfjara, Sul da Islândia

As famosas rochas de Reynisdrangar, em Reynisfjara, Sul da Islândia

Como se toda esta paisagem incrível não fosse razão suficiente para visitar esta praia, é também nestas rochas que habitualmente se pode ver os famosos Papagaios do Mar, um dos pássaros mais populares da Islândia.

Papagaio do Mar, que podemos ver na praia de Reynisfjara

Chegámos depois finalmente a Vik, onde ficámos hospedados no Icelandair Hotel Vik, onde jantámos um DELICIOSO salmão!

Icelandair Hotel Vik ***, Vik

Viking, cerveja islandesa para terminar da melhor maneira o dia, em Vik 

Aqui demos por terminado o dia, preparando-nos para seguir caminho pelos glaciares até ao lado oriental da ilha islandesa. Mas isso fica para uma próxima publicação!!!


O nosso percurso neste segundo dia: Keflavik - Blue Lagoon - Seljalandsfoss - Skógafoss - Reynisfjara - Vik

No comments:

Post a Comment

Blog Widget by LinkWithin